segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Google vai doar 4 milhões de dólares para causas que apoiam imigrantes nos Estados Unidos

By
Em meio ao conturbado momento em que o Estados Unidos esta vivendo com a ordem de Donald Trump para impedir que imigrantes entrem no país, a Google anunciou que vai doar 4 milhões de dólares para a causa pró-imigrantes.

Metade do dinheiro vai ser doado pela empresa e a outra parte por funcionários da companhia. Estes valores serão doados para as seguintes instituições: União Americana pelas Liberdades Civis (ACLU), Comitê Internacional de Resgate (IRC), Centro de Recursos Legais para Imigrantes (ILRC) e Agência das Nações Unidas para Refugiados (UNHR).

O decreto proíbe por 120 dias que qualquer refugiado entre nos EUA e barra por três meses a entrada de pessoas originalmente ligadas a países muçulmano: Iraque, Síria, Irã, Sudão, Líbia, Somália e Iêmen. Contudo uma juíza de Nova Iorque invalidou temporariamente estas decisões.
google

O CEO da Google, Sundar Pichai, disse que estar chateado com essa decisão do Trump e informou que a empresa será prejudicada, pois possui 187 funcionários possuem nacionalidades que não podem entrar nos Estados Unidos.

A empresa também tenta aproveitar a invalidação temporária do decreto para trazer de volta seus funcionários que originários das localidades afetados pela medida.

Executivos da Airbnb, Apple, Microsoft, Netflix, Tesla Motors e Uber também não concordam com as novas regras impostas por Trump e também estão fazendo esforços similares para ajudar os refugiados.

Ganhe R$ 8 de desconto na recarga do seu celular com o Recarga Pay! Ao acessar o site e fazer sua recarga, utilize o código wc5351342 para garantir o desconto!

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Antes de postar leia as regras:

- Não faça comentários repetidos;
- Não ofenda ninguém do Blog;
- Não responsabilizamos por links externos dos leitores;
- Se não tem conta no Google comente com "Nome/URL"
- Para deixar sua URL comente com OpenID;

OBS: Comentários abusivos, xingamentos, insultos ou não serão tolerados e os comentários serão excluidos.