Assine nossa feed e receba nossas atualizações no seu email

Coloque seu email abaixo:

Caso tenha dúvidas de como se cadastrar CLIQUE AQUI e confira o nosso tutorial.

Atenção: Ao se cadastrar, você vai receber uma outra mensagem em seu email indicando o cadastro. Se não fizer isto, não vai conseguir receber nossas atualizações.


quarta-feira, 4 de março de 2015

Procon entra na justiça contra operadoras sobre o corte na conexão da internet móvel

By
No último dia 25/02, o Procon do Rio de Janeiro entrou com uma ação na Justiça contra as operadoras a respeito da interrupção de navegação de internet, quando o usuário atingir a franquia contratada.

De acordo com o pedido judicial, as operadoras devem realizar este procedimento apenas em contratos firmados depois que ação foi instaurada. Caso as empresas descumpram a solicitação, o Órgão pede que seja aplicada uma multa de R$ 50 mil diária.


Há um impasse sobre a medida, pois para alterações no contrato, as empresas se baseiam no artigo 52 do Regulamento Geral de Direitos do Consumidor de Serviços de Telecomunicações (RGC), onde informa que mudanças de contratos podem ser feitas, desde que, os consumidores sejam avisados com 30 dias de antecedência.

Em contrapartida, o Código de Defesa do Consumidor, diz que as mudanças de contrato não podem ser parciais , conforme está sendo feito pelas empresas de telefonia.

Segundo as operadoras, esta alteração ajudará os usuários a ter uma melhor experência com a internet móvel, pois esta regra já é aplicada nos Estados Unidos e na Europa, no entanto, é nítido que as operadoras irão lucrar, pois os usuários terão que comprar pacotes adicionais frequentemente.

Fonte: Olhar Digital

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Antes de postar leia as regras:

- Não faça comentários repetidos;
- Não ofenda ninguém do Blog;
- Não responsabilizamos por links externos dos leitores;
- Se não tem conta no Google comente com "Nome/URL"
- Para deixar sua URL comente com OpenID;

OBS: Comentários abusivos, xingamentos, insultos ou não serão tolerados e os comentários serão excluidos.