quinta-feira, 7 de agosto de 2014

China proíbe usuários de enviarem mensagens sobre política através de aplicativos

By
A China conta com mais de 632 milhões de internautas e muitos destes usuários utilizam aplicativos de mensagens instantâneas. Visando esta situação, o país proibiu que usuários divulguem informações políticas a respeito do governo através destes aplicativos, como é o caso do WeChat.

De acordo com a CCTV, emissora estatal chinesa, as empresas desenvolvedoras dos aplicativos, deverão garantir que os usuários sejam cadastrados com o nome verdadeiro.

Além disto, os internautas terão que aceitar sete princípios fundamentais, dentre eles "apoiar o governo socialista".

Os individuos e empresas que tiverem contas publicas não poderão propagar informações a respeito do governo sem prévia autorização.

Em maio, o governo fez uma campanha contra usuários que propagavam boatos através do WeChat. Como resultado, tiveram várias pessoas detidas.

Atualmente o WeChat conta com mais de 396 milhões de usuários ativos por mês, porém ainda não é muito usado aqui no Brasil.

Fonte: Terra

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Antes de postar leia as regras:

- Não faça comentários repetidos;
- Não ofenda ninguém do Blog;
- Não responsabilizamos por links externos dos leitores;
- Se não tem conta no Google comente com "Nome/URL"
- Para deixar sua URL comente com OpenID;

OBS: Comentários abusivos, xingamentos, insultos ou não serão tolerados e os comentários serão excluidos.