Assine nossa feed e receba nossas atualizações no seu email

Coloque seu email abaixo:

Caso tenha dúvidas de como se cadastrar CLIQUE AQUI e confira o nosso tutorial.

Atenção: Ao se cadastrar, você vai receber uma outra mensagem em seu email indicando o cadastro. Se não fizer isto, não vai conseguir receber nossas atualizações.


segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Como os smartphones mudaram a maneira que vivemos

By

smartphones

Uma visão geral de alguns aplicativos online que mudaram para sempre a maneira como as pessoas utilizam seus telefones celulares.

Dizem sábios ditados que “quem não se comunica, se trumbica” e que “quem tem boca, vai a Roma”. Mas, mais importante que comunicar-se, atualmente, é a maneira como o fazemos. O atual nivelamento da qualidade dos serviços de comunicação prestados pelas operadoras levou as grandes empresas produtoras de aplicativos móveis à procura de saídas para promover o destaque de suas empresas no mercado, conquistando assim clientes novos, e tornando-se gigantes do mundo dos negócios, exemplos de gigantes podemos ter como exemplo: BlackBerry, Apple e também Samsung.

Estes provedores de aplicativos, com o desenvolvimento cada vez maior de tecnologia voltada exclusivamente ao mercado móvel de comunicações, investem junto a seus parceiros provedores de telefonia móvel celular, criando mega campanhas publicitárias que invadem as casas, e os smartphones, de milhões de espectadores todos os dias e geram receitas astronômicas.

Mas afinal, o que tudo isso mudou em nossas vidas? Bem, para começar, não utilizamos mais o celular para uma simples conversa telefônica. Os smartphones entraram no mercado e mudaram sua maneira de comunicar-se. Podemos escolher entre mandar um “oi” via SMS, ou quem sabe utilizar a plataforma do Skype para conversar com nossos amigos, enviar vídeos e fotos de nossos gostos, hábitos, hobbies ou viagens. Se isto não fosse suficiente, podemos ainda tentar uma ligação e, se aquele o contato não atende, entramos no Facebook, verificamos a disponibilidade do nosso amigo e, caso não o encontremos online, podemos simplesmente dar uma cutucadinha (poke), enviar uma mensagem privada, ou talvez postar no mural dele a informação que desejávamos passar por voz.

Ah, seu problema não é um contato? Tudo bem, você pode ir ao seu restaurante favorito e, provavelmente, receberá um desconto ou um chopp gratuito se fizer o check-in mostrando a todos os seus contatos que você frequenta o local e que ali a comida é boa e a diversão, garantida. Aliás, tire uma foto do prato quando chegar à sua mesa e poste em seu mural do Facebook, ou envie diretamente via Twitter para que seus amigos possam verificar o que estão perdendo.

E na volta para casa, se você for pego por aquele engarrafamento monstro e só o GPS não for o suficiente, descubra no Google Maps quais outras rotas estão disponíveis e, em sites especializados, quais delas estão congestionadas ou não. Chegue em casa tranquilo e, antes de dormir, dê uma lida rápida nas últimas notícias do dia, atualizadas a todo momento, no seu canal de notícias preferido, que pode ser um jornal como A Folha, uma revista eletrônica como Veja, ou mesmo um ou mais blogs de seu interesse. E é quase impossível imaginar que a alguns anos atrás nós não tínhamos acesso a smartphones tão impressionantes como: BlackBerry, HTC e Samsung.

A evolução deste aparelho tão fascinante e que veio a tornar-se tão comum em nossas vidas passou por décadas de mudanças e chegou até os dias atuais como um smartphone, um aparelho “inteligente” e tão comum que parece que sempre esteve ali. Afinal de contas, como imaginar a vida sem ele?

Artigo enviado por Felipe Baudouin, Brasileiro(carioca) naturalizado Italiano e vive na Inglaterra (Londres), estudante de Ciências Politicas e Jornalismo na "Westminster University - Londres". Apaixonado por tecnologia e descobriu a pouco tempo uma nova paixão que é escrever, apaixonado pelo Brasil e com muita vontade de voltar.

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Antes de postar leia as regras:

- Não faça comentários repetidos;
- Não ofenda ninguém do Blog;
- Não responsabilizamos por links externos dos leitores;
- Se não tem conta no Google comente com "Nome/URL"
- Para deixar sua URL comente com OpenID;

OBS: Comentários abusivos, xingamentos, insultos ou não serão tolerados e os comentários serão excluidos.